Fernanda Guimarães - Confissão

          
Confesso que acordo
Com o sabor dos teus beijos
Espreguiçando-se em meus lábios


Confesso que saio às ruas
Com tuas carícias insones
Despindo a pele que me cobre


Confesso que em meus ouvidos
Ainda permanecem os teus gemidos
Musicando minhas lembranças

Confesso que minhas mãos
Guardam o mapa dos teus tesouros
Quando em tantas viagens te explorei


Confesso que meu corpo
Ainda tem tua fragrância
Debruçada nua em cada poro


Confesso que faço correr o tempo
Transformando horas em segundos
Para em teus braços me encontrar

Confesso que te deito em meus sonhos
Nos cetíneos lençóis do prazer
Deixando as digitais do meu êxtase em ti


Confesso
E não quero perdão ou indulto
Por meu coração te respirar...